AMIGOS DE TEMER FORAM SOLTOS NO PAÍS DOS SEM VERGONHAS

Após uma decisão do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), as pessoas ligadas ao presidente Michel Temer detidas na quinta-feira (29) foram libertadas no sábado (31) à noite depois que prestaram depoimento sobre uma investigação de supostas irregularidades na concessão e administração de instalações portuárias. Os 10 detidos na Operação Skala deixaram as superintendências da Polícia Federal em São Paulo e no Rio de Janeiro.

“Tendo as medidas de natureza cautelar alcançado sua finalidade, não subsiste fundamento legal para a manutenção das medidas”, afirmou Barroso na decisão.

A ordem respondeu a um pedido da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, para revogar as ordens de prisão temporárias, por considerar que objetivo das prisões – instruir as investigações em curso – foi alcançado.

Entre os 10 detidos na quinta-feira estavam José Yunes, advogado, amigo e ex-assessor do presidente; o ex-coronel da Polícia Militar João Batista Lima, também amigo de Temer; o ex-ministro da Agricultura Wagner Rossi e Antônio Celso Greco, dono da empresa Rodrimar.

entenda em

TEMER E O PORTO DE SANTOS OU COMO DEFENDER O INDEFENSÁVEL

https://www.mercadosporpinchas.com/2018/03/29/temer-e-o-porto-de-santos-ou-como-defender-o-indefensavel/

Eu pensei que estava blindado dos escândalos brasileiros , mas a bandidagem , falta de vergonha e de escrúpulos me surpreendeu mais uma vez .

Bons Negócios  !!

Be the first to comment

Leave a Reply