PREMIO NOBEL DE ECONOMIA AVISA QUE EMPRESAS AUMENTAM RESPONSABILIDADE AMBIENTAL

Vencedor do Prêmio Nobel de economia de 2016 2016 por suas pesquisas sobre as imperfeições dos contratos, o economista Oliver Hart passou a se interessar por um tema diferente nos últimos anos: a responsabilidade das empresas em questões sociais e ambientais. Num artigo acadêmico recente escrito com o colega Luigi Zingales, professor na Universidade de Chicago, Hart argumenta que a maximização dos lucros nem sempre é o que os acionistas de uma companhia mais desejam. Para ele, que é professor de economia na Universidade Harvard, as companhias devem levar em conta as preocupações sociais de seus donos quando uma decisão puder provocar prejuízos sociais ou ambientais. É uma visão que destoa do entendimento predominante, de que o propósito das empresas é gerar lucro para os acionistas, uma ideia defendida pelo economista Milton Friedman num famoso artigo publicado nos anos 70.

Para Friedman, um dos ícones do liberalismo econômico no século 20, a preocupação com questões sociais e ambientais deveria ficar restrita aos indivíduos, e não deveria ser responsabilidade de empresas. Os donos da companhia, se assim quiserem, podem usar o dinheiro para apoiar causas sociais. Hart explica que nem sempre os acionistas preferem o lucro. Preferem o bem-estar da sociedade. Um exemplo é o caso da venda de armas em supermercados nos Estados Unidos. “Se a questão fosse colocada em votação, é bem possível que os acionistas optassem por removê-las das lojas, mesmo que isso levasse a uma redução dos lucros”, diz.fonte:Exame.com.br

Bons Negócios  !!

Be the first to comment

Leave a Reply