QUEM QUER PAZ NÃO APOIA O HAMAS

Nas últimas semanas, estamos vendo simplesmente mais do mesmo de sempre! O Hamas usa e abusa do seu total controle sobre a população de Gaza e os envia a tentar romper uma cerca que separa o seu território do vizinho Israel, desde 1948. A fronteira em questão é internacionalmente reconhecida e não há qualquer disputa acerca desse limite.

Assim, nos cabe questionar sobre os reais motivos dessa atitude trágica do Hamas, sobre quem ganha com isso e como o mundo deveria em tese se posicionar – a meu ver jamais se deveria dar qualquer suporte para quem provoca a morte de seus próprios civis com o mero intuito de ganhar apoio para a sua causa.  Ao contrário da Autoridade Palestina, o Hamas tem como intuito a destruição de Israel e a criação de um Estado Islâmico, onde judeus e cristãos não poderiam viver.

Daí surge uma questão muito importante: Quais os motivos que levaram a atual situação de isolamento internacional em que Gaza se encontra e quem são os responsáveis?  Gaza ficou sendo parte do Egito entre 1948 e 1967. Em 1967, após uma guerra onde Israel lutou para sobreviver, Gaza passou a estar sob o controle de Israel. Em 1977, no acordo de paz, o Egito se recusou a ficar com Gaza. Na década de 90, em virtude dos Acordos de Oslo, Gaza foi gradativamente sendo controlada pela Autoridade Palestina (AP). Em 2005, Israel saiu totalmente de Gaza e a AP ficou soberana. Houve um período muito positivo, com a construção de um aeroporto e grandes obras de infraestrutura, tudo isso com dinheiro americano, europeu e israelense.

Esse período infelizmente durou muito pouco! O Hamas entrou em uma guerra civil contra a AP e como resultado ficou dono de Gaza. O Grupo Terrorista não aceita qualquer tipo de acordo com Israel e passou a fazer de Gaza a sua base para promover o terror. Com isso Gaza deixou de ser uma esperança para tornar-se mais um obstáculo à paz. Logo, apoiar o Hamas e seus atos insanos é dar força ao terror e ser contra a paz. Assim, quem quer a paz jamais apoia o Hamas!

Bons Negócios  !!                                                      Marcelo Starec

Be the first to comment

Leave a Reply