QUEM REALMENTE VOTA NAS URNAS ELETRÔNICAS: VOCÊ OU A MAQUINA?

Cliquem no link e assinem o blog , não querendo deixar o telefone , coloquem qualquer numero , mas confirmem a assinatura no seu e mail . Muito  Obrigado!! 

https://madmimi.com/signups/910d1facb7c84450a321f8e9a4b4c125/join

Durante as eleições do primeiro turno, dezenas de milhares de denúncias de fraude, surgiram por todo Brasil !
A maioria das denúncias diziam a respeito da impossibilidade de registrar o voto no candidato Bolsonaro #17. Procedem essas denúncias ?
No curso de Física aprendemos duas situações sobre os sistemas de medição : as “Medições Diretas” , e as “Medições Indiretas”.
 O que são essas medições ?
“Medição Direta” – é aquela que fazemos diretamente sobre o sistema . P. ex., medir o comprimento de um corpo com uma régua.
“Medição Indireta” –  é aquela que calculamos baseado nas medições diretas. P. ex., a velocidade de um corpo em relação a um ponto.
As “Medições Indiretas” são muito mais imprecisas que as “Medições Diretas”. Sempre !
Para isso ser considerado algo útil , elas sempre tem que estar em “faixas” , para mais , ou para menos.
As “urnas eletrônicas” , por serem máquinas,  sempre fazem “Medidas Indiretas”, elas não escolhem diretamente os candidatos digitados. Sempre há uma margem de erro , para mais , ou para menos.
O TSE vem com esse bla, bla, bla que isso é normal !  Faz parte  da  eleição, e que não faz diferença no cômputo geral da votação….
Então , se quem realmente vota é a “urna eletrônica” , fica a pergunta :
Isso é legal , já que o eleitor é usado só para justificar o voto da máquina denominada “urna eletrônica” ?
Acho que não !
Quero a volta da “Medida Direta” ! Quero a volta do voto na cédula de papel, onde eu mesmo escolho o meu candidato, e não uma máquina que escolha por mim…..
Bons Negócios  !!                                       José Alckmin 

Be the first to comment

Leave a Reply