AS QUENTES DO DIA 10/10

1-  O Fundo Monetário Internacional alertou que uma nova escalada das tensões comerciais poderia provocar outra crise financeira globa l.
O fundo disse que os riscos para a estabilidade financeira global estão aumentando e instou os formuladores de políticas a intensificar os esforços para concluir as reformas financeiras .
Em seu relatório de estabilidade financeira , o FMI também alertou sobre os riscos decorrentes da combinação de níveis crescentes de dívida nos mercados emergentes e aumento das taxas de juros nos Estados Unidos . “As nuvens se juntam no horizonte” , dizia . “O apoio ao multilateralismo tem diminuído , uma tendência perigosa que pode minar a confiança na capacidade dos formuladores de políticas de responder a crises futuras” .

2-  Fastenal (FAST) irá liberar os lucros antes da abertura .
O Bureau de Estatísticas do Trabalho dos EUA divulgará seu índice de preços ao produtor para setembro às 8h30 ET .
A economia do Reino Unido cresceu 0,7% nos três meses até agosto , de acordo com o Office for National Statistics .

3-  Chegando esta semana:
Lucro de quinta-feira – Delta (DAL) ; Walgreens Boots Alliance (WBA) ; Prazo para os acionistas da Sky aceitarem a oferta da Comcast ; Relatório mensal da OPEP .
Sexta-feira – Citigroup (C) , JPMorgan Chase (JPM) , ganhos do Wells Fargo (WFC) ; Sentimento do consumidor dos EUA para outubro .

4-  Dois dias após amargar o quarto lugar na eleição presidencial , o candidato e presidente nacional do PSDB , Geraldo Alckmin , criticou o candidato ao governo de São Paulo , João Doria, durante reunião da Executiva Nacional do partido, em Brasília . Alckmin chama Doria de “temerista” e insinua que o ex-prefeito o traiu : “Traidor eu não sou” . Durante a reunião , Doria cobrava do partido mais ajuda financeira às campanhas dos candidatos a governos estaduais que passaram para o segundo turno quando Alckmin interrompe Doria e diz : “Traidor eu não sou”.

5-  O ministro Gilmar Mendes , do Supremo Tribunal Federal (STF) , acatou pedido da defesa do doleiro Ernesto Matalon e baixou em R$ 380 milhões a fiança imposta pelo juiz Marcelo Bretas, titular da operação Câmbio , Desligo . Em decisão publicada na sexta-feira , 5 , o ministro do STF substituiu a fiança de R$ 390 milhões imposta por Bretas por uma de R$ 10 milhões . Ernesto é filho de Marc Ernest Matalon , antigo conhecido da Polícia Federal e apontado como patriarca de uma das maiores famílias de doleiros do Estado de São Paulo . Ao lado do pai , da prima Patrícia e da funcionária Bella Skinazi , Ernesto teve prisão decretada pela Justiça do Rio de Janeiro no âmbito da operação Câmbio , Desligo . No passado , a família havia sido alvo da operação Satiagraha . De acordo com o Ministério Público Federal , a família Matalon , entre 2011 e 2017, movimentou US$ 100 milhões no sistema financeiro paralelo comandado pelos doleiros Vinicius Claret , o Juca Bala , e Cláudio Barboza , o Tony .

 

Bons Negócios  !!                                               Yochanan Pinchas 

Be the first to comment

Leave a Reply