“SE VOCÊ QUISER MUDAR O MUNDO, COMECE ARRUMANDO SUA CAMA”(COM VÍDEO EM PORTUGUÊS)

Este artigo esta sendo postado com a permissão da http://voleh.org/pt-br

O título, tal como outras partes deste artigo, são parte de um inspirador discurso feito em 2014 pelo Almirante da Marinha e Universidae do Texas, Austin, William H. McRaven, quando discursou no dia da formatura. Ele foi o comandante das Operações Especiais Norte-Americanas que organizou a perseguição que matou Osama Bin Laden.

Quanto a este título, ele diz:

“Era uma tarefa simples – até demais. Mas cada manhã éramos obrigados a arrumar a nossa cama com perfeição. Parecia meio ridículo naquele tempo, particularmente se levarmos em conta que estávamos aspirando a nos tornar guerreiros verdadeiros, durões SEALS – mas a sabedoria deste simples ato se provou sucessivamente. Se você arruma a sua cama todas as manhãs, terá realizado a primeira tarefa do dia. Isto lhe dará um pequeno senso de orgulho e o encorajará a realizar mais e mais tarefas.”

Como novos imigrantes, com frequência nos sentimos frustrados por não podermos cumprir tarefas simples, que no nosso país de origem não nos traziam qualquer dificuldade, tal como pagar contas, lidar com o banco local, entender o que nos pedem no Kupat Cholim, no supermercado ou em muitas instituições com as quais temos que lidar diariamente estando em Israel; e ao repetir estas tarefas acabamos nos acostumando com elas, sem nos sentirmos intimidados.

A moral é simples: faça-as diariamente por si só, repetidamente, até que possa dominar cada aspecto da vida cotidiana em Israel.

Na maioria dos dias você obterá sucesso ao enfrentar contratempos decorrentes da cultura israelense, mas algumas vezes algo novo ou inesperado pode acontecer, algo que você nunca esperaria, e isto pode fazer com que não se saiba como proceder.

Antes de se desesperar lembre de duas coisas.

Um – você pode enfrentar desafios, lembre-se o que teve que fazer quando fez a sua Aliá!

Dois – você enfrentou algumas novas experiências em seu novo lar, algo que pensava não poder fazer, mas no final das contas conseguiu!

Apesar de seus esforços, no entanto, haverá situações que não poderão ser solucionadas por você sozinho, ao menos na primeira vez em que surgirem. Neste caso não se acanhe de pedir conselhos e orientação, o que obviamente não equivale a permitir que alguém o faça em seu lugar, principalmente quando se tratar de seu processo de aprendizado em prol de um futuro melhor.

“Se quiser melhorar o mundo, analise as pessoas de acordo com o tamanho de seu coração, não o tamanho de sua barbatana.”

Algumas vezes por semana, os instrutores colocavam toda a classe em fila e faziam uma inspeção dos uniformes. Eles eram muito rigorosos. O seu chapéu tinha que estar perfeitamente engomado, seu uniforme muito bem passado, a fivela de seu cinto tinha que estar lustrosa e sem qualquer marca. Mas parecia que não importava o quanto nos esforçávamos para atender a estas exigências – isto simplesmente não era bom o suficiente. Os instrutores encontravam algo de errado. Por falhar em uma inspeção de uniforme o candidato tinha que correr, totalmente vestido para o mar, e então, quanto estivesse molhado dos pés à cabeça, era obrigado a rolar na praia até que cada parte de seu corpo estivesse coberta com areia. O efeito era conhecido como “biscoito de açúcar”, e você tinha que ficar com aquele mesmo uniforme o resto do dia – frio, úmido e cheio de areia.

Havia muitos candidatos que não podiam aceitar o fato de terem se esforçado em vão. Não importava o quanto eles tentavam manter o uniforme impecável, isto não era reconhecido. Estes candidatos não conseguiram passar dos treinos.

Às vezes, não importa o quanto você esteja preparado ou ainda que tenha uma boa performance, ainda poderá acabar como um biscoito de açúcar. Isto simplesmente pode acontecer na vida de qualquer pessoa.

Se você quiser mudar o mundo, supere o fato de se tornar um “biscoito de açúcar” e siga adiante.

Eu perdi as contas de quantas vezes ouvi novos imigrantes dizerem coisa do tipo: “Não é justo. Isto é inaceitável. Deve haver outra forma. “etc.

Não importa o quanto se sinta mal, o quão injusto algo possa lhe parecer ou inadmissível: é a vida.

“Então, se quiser mudar o mundo, não recue diante dos tubarões.”

Durante a fase de treinamento de guerra, os candidatos são mergulhados na Ilha de San Clemente, fora da Costa de San Diego. As águas deste local são o habitat de grandes tubarões brancos. Para passar o treinamento de SEAL há alguns longos mergulhos que devem ser completados. Um deles é o mergulho noturno.

Antes do início os instrutores alegremente apresentam aos candidatos todas as espécies de tubarões que habitam aquelas águas, e asseguram que nenhum candidato foi devorado por um tubarão – ao menos não recentemente.

De qualquer forma eles lhe ensinam que se um tubarão começar a circular onde você está – deverá permanecer onde está, sem demonstrar medo. E se o animal, faminto por um petisco noturno se lançar contra você, use toda a sua força para socá-lo no focinho, então ele se virará e irá embora.

“Há muitos tubarões no mundo. Se você esperar completar o seu nado terá que lidar com eles.”

A cultura israelense é diferente daquela na qual você cresceu. Algumas vezes podemos olhar para alguns israelenses com a impressão que eles são “difíceis demais” para lidar, “o quão rudes eles são”. Sim, alguns podem corresponder a esta descrição, e serem ainda piores do que isto, mas não se desespere nem tenha medo, porque apesar de sua rudeza e dureza eles são “sabras” verdadeiros – cheios de espinhos por fora – mas doces e tenros por dentro. Eventualmente você terá que lidar com eles – poderá se ferir com alguns de seus espinhos, mas no final das contas aprenderá a evitar estes espinhos e poderá sentir a ternura e doçura deles.

“Se você quiser mudar o mundo, nunca, jamais, toque o sino.”

Finalmente, no treinamento para SEAL, existe um sino; um sino de metal que está pendurado no centro da corporação à vista de todos os candidatos. Caso queira desistir, apenas terá que tocar este sino. Com esta atitude não terá mais que se levantar às 5 horas da manhã, enfrentar mergulhos em águas geladas, nem fazer corridas, caminhos com obstáculos – e não terá mais que enfrentar a dureza dos treinos. Para isto basta tocar o sino.

Se você quiser ser bem sucedido na sua aliá, jamais toque este sino – não desista. Enfrente a dificuldade, continue firme e não tenha medo – aproveite esta aventura!

Uma última mensagem porém muito importante:

Não procure desculpas para si mesmo; nem para os seus erros e falhas. Ao invés disto aprenda deles, e quando precisar de ajuda e orientação, procure pessoas nas quais possa de fato confiar.

Lembre-se que sempre existe uma possibilidade de falhar já que somos meros seres humanos, e não podemos nem devemos ver o mundo com uma lente de medo. Embora possamos errar, este fato deve ser visto como uma valiosa possibilidade de nova experiência de aprendizado.

Recentemente ouvi duas pessoas conversando em um elevador. Uma disse “Eu acabei de fazer Aliá” e a outra respondeu “Interessante, mas a Aliá me fez!”.

Assim sendo, aconteça o que acontecer, siga adiante de cabeça erguida – assim  poderá alcançar seus objetivos.

Boa sorte !

by Dr. Tzvi (Henrique) Szajnbrum, Advogado e Tabelião (Notário

Fonte: http://voleh.org/pt-br/se-quiser-mudar-mundo-comece-arrumando-a-cama-2/

Bons Negócios  !!

Be the first to comment

Leave a Reply