CAMBIO 31/01

O dólar ampliou as perdas contra seus principais rivais na quinta-feira, encolhendo em baixa de três semanas, depois que o Federal Reserve (FED) reformulou suas previsões de aumento futuro das taxas neste ano, em meio à crescente incerteza sobre as perspectivas econômicas globais. O FED deixou as taxas de juros suspensas na conclusão de sua reunião na quarta-feira e disse que seria “paciente” antes de fazer qualquer aumento adicional das taxas, descartando sua orientação de que “aumentos graduais” serão necessários. “O FED foi tão longe quanto as expectativas foram levantadas em termos de ser dovish. A reação responsiva do FED significa que as chances de uma recessão diminuíram”, disse Michael McCarthy, estrategista-chefe de mercados da CMC Markets.

No Brasil , após a decisão do FED , o dólar futuro cedeu frente ao real, terminando cotado a R$3,684. A entrada de recursos de investidores estrangeiros interessados em bolsa, principalmente nas ações de Vale, segundo operadores, e os anúncios de grandes empresas brasileiras captando de recursos no exterior também repercutiram no mercado de câmbio. Mesmo assim, o fluxo cambial está negativo em US$911 milhões no ano até 25 de janeiro, segundo o Banco Central, que hoje aceitou propostas de US$3,2 bilhões em leilões de linhas de empréstimos em dólares, em uma operação de venda conjugada com compra no futuro, fornecendo liquidez ao mercado para a rolagem de linhas que vencem em fevereiro. Não há ainda consenso sobre o vigor do fluxo externo aos ativos brasileiros neste stand by antes da aprovação das reformas e em meio à cautela com o desenrolar da negociação tarifária entre Estados Unidos e China.

EUR/USD_____________________________1,14906

GBP/USD_____________________________1,31205

USD/BRL_____________________________3,68050

USD/ILS______________________________3,64697

Bons Negócios !!__________________________Yochanan Pinchas

Be the first to comment

Leave a Reply