AS QUENTES DO DIA 06/02

1- O Itaú Unibanco liderou as perdas do principal índice de ações da B3, movimentando R$2,721 bilhões, segundo maior volume financeiro da história do banco. Depois de atingir máxima recorde na última sessão, o papel caiu 4,26% após o banco apresentar seus resultados do quarto trimestre de 2018. O lucro líquido recorrente foi de R$6,48 bilhões no período, levemente acima do ganho registrado no trimestre imediatamente anterior e abaixo do consenso de R$6,65 bilhões. Lá fora, a história é outra. Os resultados acima das expectativas têm impulsionado os índices em Nova Iorque em contraponto à cautela do cenário macroeconômico. Investidores aguardam o pronunciamento de Donald Trump, no tradicional discurso do Estado da União, previsto para meia-noite, no qual o presidente dos Estados Unidos pode dar sinalizações sobre o acordo provisório para o aumento do teto da dívida do governo e citar a disputa comercial com a China. A agenda de quarta-feira também destaca os EUA, com dados prévios do crescimento do PIB americano.

2- “Fertilizantes Heringer era carta marcada. Há dois dias caiu mais de 10% com maior volume da história recente. Como sempre, já tinha gente que sabia do pedido de recuperação judicial…”
Rinaldo Aquino (@aquino.rinaldo)

3- A fabricante de carros elétricos Tesla (NASDAQ: TSLA) disse na quarta-feira que está baixando o preço do sedan Modelo 3 em US $ 1.100, citando o fim de um dispendioso programa de indicação de clientes. O segundo corte de preços este ano reduz o custo de sua variante menos cara para US $ 42.900, segundo o site da empresa. O custo inicial do Modelo 3 é agora de cerca de US $ 35.000, após cerca de US $ 8.000 de créditos e economia de combustível, o diretor executivo da Tesla, Elon Musk, twittou. Em uma resposta a um usuário do Twitter perguntando sobre quando a Tesla baixaria o preço base do Modelo 3 para US $ 35.000, sem créditos, Musk disse: “Estamos fazendo tudo o que podemos para chegar lá. É uma tarefa super difícil”.

4- As restrições para a progressão de regime prisional -de fechado para semiaberto- previstas no pacote legislativo do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, devem esbarrar na jurisprudência do STF (Supremo Tribunal Federal). Esse é um dos principais pontos que devem ser questionados na corte. O pacote precisa ser aprovado no Congresso para virar lei. O plano do ministro também permite que acusados de crimes se livrem de processos judiciais ou tenham penas reduzidas se confessarem os delitos que lhes forem imputados e abrirem mão do direito de se defender contra as acusações. O Ministério Público Federal quer ampliar o alcance dos novos acordos penais. STF de sem vergonhas !

5- Em seu discurso anual do Estado da União a uma sessão conjunta do Congresso na terça-feira, o presidente dos EUA, Donald Trump, disse que a imigração ilegal era uma crise nacional urgente e reiterou sua promessa de construir um muro fronteiriço, levantando a perspectiva de outra paralisação do governo. Construir um muro ao longo da fronteira com o México para impedir que os migrantes entrem ilegalmente no país era uma plataforma central da campanha presidencial de Trump, mas o Congresso controlado pelos republicanos não aprovou dinheiro para ele na primeira metade de seu mandato, e os democratas, que agora controlar a casa, rejeitou seu pedido de financiamento de US $ 5,7 bilhões. Trump também pediu ao Congresso que promulgue uma legislação para aumentar a infra-estrutura envelhecida do país. Comentando sobre o atual conflito comercial EUA-China, Trump disse que qualquer acordo com Pequim “deve incluir mudanças estruturais reais para acabar com práticas comerciais desleais, reduzir nosso déficit comercial crônico e proteger os empregos americanos”. Autoridades chinesas e americanas estão prontas para iniciar outra rodada de negociações comerciais em Pequim na próxima semana para pressionar por um acordo sobre a propriedade intelectual americana e evitar um aumento de 2 de março nas tarifas norte-americanas sobre produtos chineses, disseram duas pessoas familiarizadas com os planos.

6- Nos lucros, a maior parte do foco recairá na General Motors (NYSE: GM), que reporta antes do sino. A montadora com sede em Detroit deve anunciar lucro por ação de US $ 1,24 sobre receita de US $ 36,0 bilhões, segundo analistas consultados pela Investing.com. A GM aumentou seu guidance de lucro para 2018 no mês passado e disse que seu lucro em 2019 aumentaria graças à resiliência de dois de seus maiores mercados, os EUA e a China. Os investidores estarão acompanhando de perto os resultados para ver se seus esforços contínuos para reformular-se estão começando a valer a pena. A montadora anunciou um amplo plano de reestruturação em novembro, que incluiu demissões, fechamento de fábricas e simplificação de sua linha de veículos. Outros nomes de alto perfil que divulgam os resultados trimestrais incluem Eli Lilly (NYSE: LLY), Spotify (NYSE: SPOT), Take-Two Interactive (NASDAQ: TTWO), Regeneron (Nasdaq: REGN), Humana (NYSE: HUM), A Boston Scientific (NYSE: BSX), a Cummins (NYSE: CMI) e a Trivago (NASDAQ: TRVG), que estão prontas a relatar durante os horários de pré-mercado. Chipotle Mexican Grill (NYSE: CMG), GoPro (NASDAQ: GPRO), iRobot (NASDAQ: IRBT), Match Group (NASDAQ: MTCH), Zynga (NASDAQ: ZNGA), FireEye (NASDAQ: FEYE) e Fortinet (NASDAQ: FTNT) estão entre as principais empresas que devem divulgar os resultados após o fechamento do mercado.

Bons Negócios !!_______________________Yochanan Pinchas

Be the first to comment

Leave a Reply