AS QUENTES DO DIA 14/02

1- “Será que a reforma a ser apresentada vai azedar o mercado? Ibovespa descolando pra baixo hoje e ontem soltaram as questões da idade que o Bolsonaro bateu o martelo…”
Lucas Silva (@lucass)

2- No exterior, os índices em Nova Iorque subiram, assim como as bolsas europeias diante do otimismo de que as negociações comerciais entre EUA e China culminarão em um desfecho favorável antes do cessar-fogo tarifário em março. O presidente chinês, Xi Jinping, deve se encontrar com o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, e com o representante comercial americano, Robert Lighthizer, nesta sexta-feira, no último dia da rodada de encontros entre os dois países para resolver as pendências comerciais. A guerra comercial entre os dois países, que se estende por mais de 11 meses, é citada entre os fatores responsáveis por ter desacelerado a economia mundial, reduzido as margens de lucro de dúzias de companhias e gerado forte volatilidade nos mercados globais.

3- O presidente Jair Bolsonaro deixa o hospital sem que algumas perguntas sejam respondidas. Ainda não há informação sobre quando ele poderá retomar suas atividades normalmente no Palácio do Planalto, nem se conseguirá manter a agenda no exterior prevista para os próximos dois meses. Segundo o porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, Bolsonaro “ainda passará por um período de descanso”, mas a duração dependerá de uma autoavaliação.

4- A crise envolvendo o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, sob pressão após a Folha de S.Paulo revelar esquema de candidaturas laranjas do PSL nas eleições de 2018. Situação que só se agrava. O jornal noticia hoje que a maior parte da verba pública eleitoral liberada por Bebianno, à época presidente nacional do partido, foi parar na minigráfica de um filiado do PSL em PE. Ontem, em entrevista à RecordTV, o presidente Jair Bolsonaro disse que mandou a Polícia Federal instaurar inquérito para apurar as suspeitas e que, caso seja considerado culpado, Bebianno será demitido. Bolsonaro, que teve alta do hospital ontem, na verdade esperava aterrissar em Brasília com Bebianno já fora do governo, o que não ocorreu. Ao contrário, em entrevista à jornalista Andréia Sadi, do canal pago GloboNews, o ministro disse que não pedirá exoneração do cargo.

5- A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) suspendeu hoje (13), de forma cautelar, a RQ Serviços Aéreos Especializados, empresa dona do helicóptero que caiu na última segunda-feira (11), em um dos acessos da Rodovia Anhanguera, que liga a capital paulista, ao interior. Na queda morreram o jornalista Ricardo Boechat e o piloto da aeronave, Ronaldo Quatrucci. Com a suspensão, a empresa fica proibida de operar. De acordo com a agência, a suspensão se deu em razão de “indícios de prática irregular de táxi-aéreo”. O processo de investigação foi aberto na própria segunda-feira para constatar o tipo de serviço que estava sendo prestado com a aeronave de prefixo PT-HPG no momento do acidente.

6- Analistas, desenvolvedores, programadores, profissionais de mais áreas de tecnologia da informação, incluindo que trabalha com jogos virtuais, especialistas em enfermagem, indústria alimentícia, mecânica e eletromecânica estão na mira do recrutamento organizado pela agência de desenvolvimento econômico da cidade de Quebéc, no Canadá Falar francês é um requisito, já que é o idioma oficial da província de Québec. São 400 vagas lançadas em mais uma missão de recrutamento da agência Quebec International, as inscrições já estão abertas e vão até o dia 17 de março. Especialistas em inteligência artificial, arquitetos de sistema e engenheiros e enfermeiros também estão na lista de profissões requisitadas. Segundo estudos da Emploi-Québec (Agência de Empregos do Governo do Québec), cerca de 70 mil cargos ficarão vagos nos próximos cinco (5) anos nesta região do Canadá. As áreas de TI, saúde e de automação industrial são as mais promissoras. Os detalhes dos cargos e requisitos técnicos das oportunidades estão na plataforma Quebec na Cabeça mantida pela agência, e as candidaturas também são feitas por lá. No site também há o diagrama de correspondências de formação acadêmica entre o sistema de ensino brasileiro e o do Canadá, para ajudar a elaborar o currículo em francês.

Bons Negócios !!____________________Yochanan Pinchas

Be the first to comment

Leave a Reply