BB DITA O TOM NA BOVESPA HOJE

O Banco do Brasil é, após o encerramento do pregão hoje, o último dos grandes bancos do país a divulgar resultados referentes ao quarto trimestre de 2018. Em um setor que não costuma desapontar os investidores, têm surgido vários sinais de melhora de desempenho – o que significa que as instituições financeiras estão prontas para aproveitar a esperada aceleração da economia neste ano.

O bom momento dos bancos, com destaque para o Santander, é tema de reportagem de capa da edição de EXAME que chega nesta quinta-feira às bancas.

Um pouco atrasado em relação aos concorrentes privados, que já no final de 2017 voltaram a aumentar a concessão de crédito depois de pisar no freio durante da recessão de 2014 a 2016, o Banco do Brasil a partir de meados do ano passado começou a emprestar mais. No período de outubro a dezembro de 2018, esse movimento deve ter se acelerado, levando a uma expansão da carteira de empréstimos de 1,1%, para 637,4 bilhões de reais, segundo estimativa do banco de investimentos Itaú BBA.

As receitas com serviços devem ter subido 3,1%, para 6,9 bilhões de reais. “A qualidade dos ativos deve ser um destaque positivo do balanço”, Thiago Bovolenta Batista, Tiago Binsfeld e Alexandre Spada, analistas do Itaú BBA, escreveram em relatório a clientes. Com uma redução da inadimplência, as provisões para calotes devem ter sido reduzidas em 14%, para 3,4 bilhões de reais. Assim, o Banco do Brasil deve ter registrado um lucro 16,3% maior no quarto trimestre do ano passado ante o mesmo período de 2017, de 3,7 bilhões de reais, nas contas do Itaú BBA. Essa é a segunda maior elevação de lucros entre as instituições financeiras brasileiras no período. A maior foi do Santander, de 20,9%, para 3,2 bilhões de reais.

O banco público também deve ter visto a sua rentabilidade (retorno sobre patrimônio, ou ROE, da sigla em inglês) crescer de 13,6% entre julho e setembro para 14,6% nos três meses terminados em dezembro. Apesar de ter o crédito rural como carro-chefe, nos próximos meses o Banco do Brasil pretende focar nos financiamentos para pessoas físicas e micro, pequenas e médias empresas, que oferecem maiores lucros.Fonte:https://exame.abril.com.br/negocios/banco-do-brasil-fecha-super-trimestre-para-os-bancoes/?utm_source=email&utm_campaign=news_exame&utm_medium=email

Bons Negócios !!

Be the first to comment

Leave a Reply