ISLÃ E O PROJETO GLOBAL DE DOMINAÇÃO(COM VÍDEO DUBLADO)

Há um Projeto Global de Dominação em andamento, as autoridades globalistas se reuniram e aprovaram um projeto para mudar a sociedade, para mudar a humanidade, criando uma geração de pessoas fracas e manipuláveis. Os jovens estão sem horizonte, entregues a toda uma cultura de drogadição e promiscuidade moral, social e emocional. Não há mais certezas, existe uma permissividade total e irrestrita, com todo um monopólio da verdade nas mãos de partidos e entidades de esquerda.

Há não mais de 10 anos atrás as pessoas possuíam um projeto de vida. Algumas queriam casar, montar uma família, constituir um legado e brindar as futuras gerações de sua família com patrimônio – econômico e cultural – havia uma preocupação em melhorar, em evoluir.

Nos dias de hoje as pessoas parecem ansiar por piorarem-se, escutam os mais baixos tipos de música, celebram a falta de moral e o “jeitinho” como se isso fossem o legado de suas vidas. Enaltecem a mais baixa forma de pensar, de sobreviver.

Essas pessoas, esses elementos querem destruir nosso modo de vida, estão implementando um sistema totalmente antinatural de vivermos, de convivermos. Estão nos impondo todo um sistema que nos afasta do progresso, dos valores morais e éticos. Reinará a anarquia cega se continuarmos a trilharmos este caminho, os pilares da sociedade já estão tremendo, e em breve estaremos sem alternativas para mudarmos o estado das coisas.

O Império Romano ruiu graças a tal situação, falta de balizas éticas e morais, promiscuidade desenfreada e a falta de um modelo de ética e de moral a seguir. Os bárbaros, assaltaram os portões do maior império da História, e destruíram uma sociedade que já estava em ruínas. Sem a moral, sem uma bússola ética para nos guiar, sem o conceito rígido de ética e de disciplina social, nada se sustenta.

Atualmente a sociedade ocidental está permeada de todo o tipo de vícios, as pessoas aceitam em alguns casos o assassinato de crianças que sequer nasceram (aborto). Mulheres histéricas se reuniram em torno do feminismo, e militam contra uma masculinidade “tóxica”. Entidades pelos “direitos civis” perseguem e processam quem ergue sua voz contra esse estabelecimento, sem perceberem o mau que espreita uma sociedade dividida e moralmente frágil. O Islã.

Segundo São Tomás de Aquino deveríamos “Temer o homem de um único livro.”

No mais puro sentido nossa sociedade não está preparada para combater um império de um único livro ( O Corão), o qual reúne em seu entorno um exército de seguidores capaz de literalmente se explodirem, de combaterem obtendo por dádiva morrerem por sua religião. Um grupos de pessoas que tem nas suas mulheres propriedades, que conservam uma disciplina espartana e que abominam as bebidas alcoólicas por conta das instruções dadas por seus líderes religiosos.

Essas tribos altamente preparadas para o embate não encontrarão obstáculos para dominar uma sociedade embebida em álcool, drogas ilícitas em com pensamentos delirantes e totalmente conflitantes em sua totalidade.

Na sociedade ocidental atual, que aceita “as diferenças” e escancara suas fronteias, as minorias serão esmagadas por uma crença, o Islão.

Ou reagimos agora, com força e autoridade, ou em breve seremos escravos em nossa casa…

Bons Negócios !!____________Dr. Rodrigo Nobel

Nota do Editor: Islã não é uma religião, mas sim um movimento politico de dominação!


Be the first to comment

Leave a Reply