AS QUENTES DO DIA 10/05

“Viram a inflação da China em abril? Para quem achava que a gripe suína não teria impacto, está aí a primeira prova concreta.”
Lucas Silva (@lucass)

1- A Vale (SA:VALE3) registrou prejuízo líquido de 1,64 bilhão de dólares no primeiro trimestre, contra lucro de 1,59 bilhão de dólares no mesmo período de 2018, com impactos do desastre de Brumadinho, que provocou ainda seu primeiro Ebitda ajustado negativo de sua história, informou a empresa nesta quinta-feira. Maior produtora global de minério de ferro, a empresa teve um resultado antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado negativo em 652 milhões de dólares nos três primeiros meses do ano, contra 3,93 bilhões de dólares positivo no primeiro trimestre do ano passado. O impacto financeiro da ruptura da barragem de Brumadinho (MG), em 25 de janeiro, foi de 4,954 bilhões de dólares, de acordo com a empresa, devido a provisões, volumes perdidos, despesas de paradas, dentre outros. Excluindo o impacto financeiro do Ebitda, o lucro líquido pró-forma da companhia teria atingido 3,312 bilhões de dólares no primeiro trimestre, sendo 500 milhões abaixo do quarto trimestre de 2018, devido, principalmente, a menores volumes de venda. Teria mais que dobrado na comparação anual, com preços do minério de ferro mais altos. Mas, devido ao desastre de Brumadinho, foram feitas provisões de 2,423 bilhões de dólares para os programas e acordos de compensação e remediação e de 1,855 bilhão de dólares para descomissionamento ou descaracterização de barragens de rejeito. Os volumes perdidos impactaram o resultado em 290 milhões de dólares e despesas com paradas somaram 160 milhões de dólares.

2-  A Uber (NYSE:UBER) definiu nesta quinta-feira o preço de US$ 45 para cada uma das 207 milhões de ações com as quais promoverá sua abertura da capital nesta sexta-feira em Wall Street, o que lhe permitirá captar cerca de US$ 9,315 bilhões com base em uma capitalização de US$ 80 bilhões. O preço definido é US$ 10 mais barato que a estimativa mais otimista que a empresa fez diante da Comissão de Mercados e Valores (SEC), quando esperava oferecer 180 milhões de ações, com opção de outras 27 milhões, por US$ 55 cada uma. Essa mudança de critério da Uber se deve às tensões comerciais dos Estados Unidos com a China e com a estreia ruim na bolsa da sua rival Lyft (NASDAQ:LYFT). A expectativa em torno da estreia da Uber no pregão nova-iorquino foi perdendo fôlego desde a divulgação oficial dos documentos para sua chegada à bolsa no mês passado, primeiro rebaixando o patamar inicial até um máximo de US$ 50 e agora situando o preço de saída em US$ 45, na parte baixa da categoria. Se em uma rodada de investimentos privados prévios a Uber tinha conseguido uma avaliação de cerca de US$ 120 bilhões, a estreia ruim da Lyft – que perdeu mais de 23% do seu valor desde então – fez com que a empresa reduzisse suas expectativas até aspirar uma avaliação de US$ 100 bilhões. No entanto, a escalada nas tensões comerciais entre China e Estados Unidos, com seu consequente impacto nos mercados, fez com que a Uber optasse por diminuir as expectativas até cerca de US$ 80 bilhões.

3-  A Sabesp (SA:SBSP3) teve lucro líquido de 647,3 milhões de reais no primeiro trimestre, expansão de 11,5 por cento sobre o mesmo período do ano passado, informou a companhia de água e saneamento do Estado de São Paulo nesta quinta-feira. A empresa, alvo de interesse de privatização pelo governo estadual, teve alta de 10,4 por cento no resultado operacional medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado, a 1,54 bilhão de reais. Analistas, em média, esperavam Ebitda de 1,52 bilhão de reais, segundo dados da Refinitiv. Não foi possível determinar de imediato se os números são comparáveis. A receita operacional líquida teve crescimento de 4,8 por cento, para 3,88 bilhões de reais, enquanto custos e despesas subiram 7,9 por cento, a 2,15 bilhões de reais. A expectativa média de analistas para o faturamento era de 3,72 bilhões de reais. O crescimento da receita veio com alta de 3,1 por cento no volume faturado no primeiro trimestre, correspondente a 0,3 por cento de ganho em água e 6,6 por cento em esgoto. Além disso, pesou nesta linha início de prestação de serviços da empresa para a prefeitura de Guarulhos, em janeiro, num total arrecadado de 70,2 milhões de reais. No primeiro trimestre, o índice de perdas de água foi de 29,9 por cento, ante 30,4 por cento nos três primeiros meses de 2018. A empresa elevou em 4,4 por cento sua base de trabalhadores no período, para 14,2 mil, segundo o balanço.

4- GPA: Controladora do GPA, Casino, diz que estuda diferentes opções estratégicas na América Latina, em resposta a coluna. Cielo: Atacada, Cielo diz que não vai virar uma nova Kodak (Estado)Braskem: MP-AL insiste em bloqueio de R$ 6,7 bi da Braskem (Valor) BTG Pactual I: BTG Digital pode valer até R$ 20 bilhões, avalia Morgan Stanley (Money Times) BTG Pactual II: BTG Pactual teve lucro acima do consenso no primeiro trimestre, com forte alta nas receitas de investment banking.B3: Fintech quer disputar com a B3 depósito de título privado (Valor)CSN: A CSN apresentou um lucro líquido de R$87 milhões no primeiro trimestre, número 94% abaixo do apurado em 2018 e inferior ao consenso de R$510 milhões. O EBITDA ajustado totalizou R$1,72 bilhões, superando o consenso de R$1,61 bilhão.SulAmérica: A SulAmérica publicou lucro líquido de R$223,5 milhões no primeiro trimestre, um avanço de 58% na base anual e acima do consenso de R$185 milhões. MRV: A MRV divulgou um lucro líquido de R$189 milhões no primeiro trimestre, o equivalente a um salto de 18,2% na comparação anual.

5- Um dos principais grupos que dá sustentação política a Jair Bolsonaro (PSL), a bancada evangélica no Congresso não tem reagido de forma unitária em relação aos recentes embates entre os militares e o guru do bolsonarismo, Olavo de Carvalho. Uma ala, capitaneada pelo deputado Marco Feliciano (Podemos-SP), apoia as manifestações do ideólogo diante do diagnóstico de que ministros e auxiliares das Forças Armadas representam um obstáculo à implantação da agenda conservadora pela qual Bolsonaro se elegeu. Outra ala, porém, reprova a forma como Olavo atacou os militares, considerando-a não condizente com um ambiente de unidade que permita a aprovação dessa agenda no Congresso. Eles avaliam que o presidente deveria ter tentado colocar fim à crise em vez de exaltar um dos lados -no caso, o do seu guru.

6- A líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (PSL-SP), afirmou que vai colocar o ex-comandante do Exército general Villas Bôas e o filósofo Olavo de Carvalho em contato, dizendo que “passou da hora de pacificar” e que “ninguém ganha com essa briga”, segundo informa a coluna Painel, do jornal Folha de S.Paulo. Villas Bôas e Carvalho protagonizaram nesta semana uma série de embates entre a ala militar e os defensores de Olavo de Carvalho no governo. O fato do próprio presidente Jair Bolsonaro ter saído em defesa de Olavo de Carvalho também causou rusga entre os militares.

7- O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta quarta-feira, 8, durante evento no Rio de Janeiro, um termo de cooperação para que um novo autódromo seja construído no bairro de Deodoro, na Zona Oeste, e passe a receber o GP do Brasil de Fórmula 1 (atualmente sediado em Interlagos, em São Paulo) a partir de 2020 e também a MotoGP. O novo circuito receberá o nome de Ayrton Senna, em homenagem ao tricampeão morto há 25 anos, revelou o presidente nas redes sociais, horas depois do evento. O Rio de Janeiro não sedia o GP do Brasil de Fórmula 1 desde 1989, quando a prova mudou-se de Jacarepaguá para Interlagos. O novo autódromo em Deodoro será erguido em um terreno cedido pelo Exército.

8- O Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu por unanimidade manter a Selic — taxa usada como referência para outros juros da economia — em 6,5% pela nona vez consecutiva. O anúncio foi feito no início da noite desta quarta-feira, 08, pelo Banco Central (BC). A decisão confirma a ampla expectativa do mercado sobre o ritmo da política monetária, sob o comando de Roberto Campos Neto desde março. Em comunicado oficial divulgado com a decisão, o comitê enfatiza que “a percepção de continuidade da agenda de reformas afeta as expectativas e projeções macroeconômicas correntes”. Especialistas consultados na última pesquisa Focus, usada pelo BC para medir a expectativa do mercado em relação à economia, traz a previsão de que a Selic terminará este ano no atual piso histórico de 6,5%, indo a 7,50% em 2020.

9- O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, confirmou o envio de um navio-hospital da Marinha americana para uma missão de cinco meses pelo Caribe, América Central e América do Sul. Segundo ele, o USNS Comfort irá “proporcionar assistência médica às comunidades que precisam” de auxílio em consequência da crise humanitária na Venezuela. Esta é a segunda viagem do USNS Comfort à região nos últimos seis meses e a sétima desde 2007, informou um comunicado da Marinha, explicando que a missão servirá para “aliviar a pressão sobre os sistemas médicos dos países que recebem venezuelanos que fugiram da crise no país”.

Bons Negócios !!__________________Yochanan Pinchas

_

Be the first to comment

Leave a Reply