AS 6 DO DIA 15/05(O CAPITÃO EM DALLAS)

“Nunca gaste seu dinheiro antes de recebe-lo”
– Thomas Jefferson

1- A Bovespa subiu após três quedas seguidas e retomou os 92 mil pontos, na esteira da melhora do apetite por risco no exterior, que tende a seguir ditando o ritmo do mercado brasileiro. As  negociações comerciais entre Estados Unidos e China apresentaram um tom mais construtivo após declarações do presidente americano Donald Trump prevendo que as discussões devem ter um bom desfecho entre três a quatro semanas. O alívio externo deu fôlego aos ativos brasileiros, dividindo holofotes com possíveis desdobramentos mais concretos sobre a delação de um dos sócios da Gol envolvendo o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e o avanço de investigações sobre as movimentações financeiras de Flávio Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro. Ao fim do dia, o índice Bovespa subiu 0,40% a 92.092 pontos .

2- Os juros futuros recuaram em bloco, em sintonia ao alívio na aversão ao risco que empurrou o dólar para baixo, com o mercado digerindo a ata da última reunião de política monetária do Banco Central – quando o chamado Copom optou por deixar a taxa Selic em 6,50% ao ano. O contrato para janeiro de 2020 caiu 1,5 ponto-base para 6,395%. A mensagem do BC foi de manutenção da política monetária vigente, porém ressaltando que o colegiado prevê desaceleração da economia para os próximos meses. A lentidão na atividade, coincidindo com o relacionamento turbulento entre o governo e o Legislativo em meio à tramitação da reforma da Previdência, começa a refletir nos prognósticos para o PIB. Depois de várias instituições financeiras, o governo deve cortar a projeção para o crescimento da economia brasileira neste ano, abaixo dos 2,2% atuais. Nas palavras de um operador de uma corretora em São Paulo, o mercado estava se fazendo de cego e surdo frente aos indicadores, mas agora acionou o sinal de alerta, enquanto nutre esperanças pela aprovação da reforma até o fim do ano. O setor de serviços caiu 0,6% no primeiro trimestre após dois trimestres seguidos de alta, ajudando a pressionar ações de empresas ligadas ao consumo interno na bolsa, segundo traders.

3- Estocolmo – Uma judia foi esfaqueada e gravemente ferida em Helsingborg, no sul da Suécia. O ataque na terça-feira em Helsingborg contra a mulher, que está na faixa dos 60 anos, está sendo investigado como um potencial crime de ódio, embora não esteja claro se a vítima, que está em estado crítico, foi alvo de ser judia, A mulher, cujos parentes pediram para não ser citada na mídia sueca, estava a caminho do trabalho quando foi agredida com uma faca grande ou um objeto pontiagudo. A polícia reforçou a segurança em torno das instituições comunitárias judaicas na cidade. A polícia sueca prendeu na quarta-feira um suspeito por esfaquear uma judia em Helsingborg. O suspeito havia sido identificado pela polícia usando imagens de câmera da cena, e alegou que não há provas de que não há razão para acreditar que o ataque tenha ocorrido devido à vítima ser judia ou a seu local de trabalho. O cara atacou a judia de 60 anos porque ela era bonitinha…Conta outra policia de merds…

4- A Embaixada dos EUA em Jerusalém emitiu um alerta de segurança para seus cidadãos que visitam Israel, alertando sobre possíveis ataques terroristas no país. O alerta enviado na segunda-feira apontou que 14 de maio é o aniversário de um ano da abertura da Embaixada dos EUA em Jerusalém e o aniversário do início dos protestos da Marcha de Retorno na fronteira com Gaza, assim como a primeira semifinal do Eurovision Song. Concurso e, portanto, um dia possível em que um ataque terrorista poderia ser lançado. Também sugeriu que 15 de maio, Nakba Day, que significa Catástrofe em árabe e é o dia do calendário gregoriano em que Israel foi fundada, poderia se tornar um dia para conduzir protestos violentos ou um ataque. A mensagem também dizia que “incidentes de segurança podem ocorrer bem além de Gaza e de sua periferia ea qualquer momento”, referindo-se especificamente aos recentes ataques de foguetes de 3 a 5 de maio contra o sul de Israel e os ataques de foguetes de 14 e 25 de março ao centro de Israel. “Como incidentes de segurança, incluindo incêndios de foguetes, ocorrem frequentemente sem aviso prévio, os cidadãos dos EUA são fortemente encorajados a permanecer vigilantes e tomar as medidas apropriadas para aumentar sua conscientização de segurança”, disse o alerta. Convocou os cidadãos dos EUA em Israel a seguir as instruções das autoridades locais e a saber a localização do abrigo antiaéreo mais próximo ou do espaço protegido.

5- Os mercados asiáticos terminaram amplamente em alta hoje, com ações na China liderando a região. O Shanghai Composite subiu 1,91%, enquanto o Nikkei 225 do Japão subiu 0,58% e o Hang Seng de Hong Kong subiu 0,52%. As bolsas europeias operam confusas nesta quarta-feira, com FTSE subindo e o resto caindo. Futuros americanos apontam para uma abertura pessimista em Wall Street.

6- O presidente Jair Bolsonaro embarcou na terça-feira (14), para a cidade de Dallas, no Texas, onde permanecerá por duas noites para encontros com autoridades locais. Um dos principais momentos da viagem ocorrerá na tarde de quarta-feira (15), quando Bolsonaro terá uma reunião privada com o ex-presidente norte-americano George W. Bush, que governou os Estados Unidos entre 2001 e 2009. Apesar de Bush ser adversário político do atual presidente dos EUA, Donald Trump, de quem Bolsonaro tem se aproximado, o governo brasileiro não vê problema no encontro entre ambos. Além de Bush, o presidente brasileiro vai se encontrar com o governador do Texas, Greg Abbot, o prefeito de Dallas, Mike Rawlings, e o senador texano Ted Cruz. Na quinta-feira (16), Bolsonaro será homenageado como personalidade do ano pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos.

Bons Negócios !!_________________Yochanan Pinchas

Be the first to comment

Leave a Reply