AS 6 DO DIA 11/06

Moro é intocável e #PraFrenteLavaJato#PraFrenteBrasil

1- O presidente da comissão especial da Câmara que analisa o mérito da reforma da Previdência, Marcelo Ramos, disse que o vazamento não afetará o calendário do projeto. Também repercutiu no sentimento o silêncio dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre, que não comentaram a situação. Nem o presidente Jair Bolsonaro se atreveu a sair em defesa do seu ministro xodó, embora o vice, Hamilton Mourão, tenha declarado que “Moro é de reputação ilibada para Bolsonaro”. O ambiente em Brasília está difícil de ser lido. 

2- Entre o silêncio dos donos do poder e a enxurrada de repercussões do assunto na imprensa, o investidor decidiu se resguardar, reler a situação e sair taticamente de algumas das suas posições. O Ibovespa fechou em queda de 0,36%, somando 97.466 pontos. Por trás do desempenho ruim do índice, estiveram as estatais – que ficam estremecidas com quaisquer indícios de desarticulação política – e os bancos, após matéria da revista Crusoé no fim de semana que disse que a Lava Jato está perto de encontrar nexos de doleiros com algumas das maiores instituições financeiras do país. 

3- As bolsas americanas fecharam no azul, após os governos americano e mexicano terem se entendido na questão da imigração ilegal, evitando um novo capítulo de sobretaxas e restrições comerciais. A queda na aversão ao risco foi pequena, mas o investidor mundo afora acelerou a migração de ativos seguros, como os Treasuries, para instrumentos de maior risco, como as ações. Esteja atento ao que o presidente americano Donald Trump possa dizer em relação à China, à desvalorização do iuan e ao Federal Reserve. Quaisquer comentários sobre esses assuntos podem interferir no mercado. 

4- O número de investidores ativos no mercado de ações no Brasil deu um salto de 60% em maio, para mais de 1,1 milhão de pessoas físicas, informou nesta segunda-feira a operadora da bolsa paulista, B3. O giro do mercado acionário doméstico em maio atingiu 15 bilhões de reais, um aumento de 5,8% ante mesmo mês do ano passado, afirmou a B3 em comunicado nesta segunda-feira. Isso deu à B3 uma receita por contrato 26% maior. A companhia informou também que o total de empresas listadas caiu 2,5% ano a ano, para 393 companhias. Ainda assim, o valor de mercado conjunto das empresas listadas na B3 cresceu 10,7% em 12 meses, para 3,77 trilhões de reais. Já no mercado de contratos de derivativos, que inclui juros, moedas e mercadorias, o volume caiu 16,3% em maio, para 3,68 milhões. Mesmo assim, a receita média por contrato cresceu 32,2%. No segmento de gravames de veículos, o montante de veículos financiados cresceu 15,9% no mês passado.

5- Os mercados asiáticos terminaram amplamente em alta hoje, com ações na China liderando a região. O Shanghai Composite subiu 2,58%, enquanto o Hang Seng de Hong Kong subiu 0,76% e o Nikkei 225 do Japão subiu 0,33%. Os mercados europeus são hoje mais altos, com ações na Alemanha liderando a região. O DAX subiu 1,10%, enquanto o CAC 40 da França subiu 0,46% e o FTSE 100 de Londres subiu 0,44%. Futuros americanos apontam para uma abertura em alta com o Rali correndo solto.

6- O Palácio do Planalto informou hoje (10) que o presidente Jair Bolsonaro não vai comentar o vazamento de supostas conversas entre o ministro Sergio Moro e procuradores da Lava Jato, divulgadas pelo The Intercept Brasil. Moro é intocável #PraFrenteLavaJato#PraFrenteBrasil

🇧🇷

Bons Negócios !!_______________________Yochanan Pinchas

Be the first to comment

Leave a Reply