AS 6 DO DIA 10/07(PREVIDÊNCIA SEM EMENDA$, NÃO SAI)

1-  A estatal boliviana YPFB considerou nesta terça-feira que o anúncio feito ontem pela Petrobras de que deixará de operar o gasoduto Bolívia-Brasil é uma oportunidade para melhorar sua presença direta no mercado brasileiro e não representa um contratempo. A estatal boliviana anunciou em comunicado que concorrerá a uma licitação para aumentar sua participação no gasoduto Bolívia-Brasil, depois de que a Petrobras anunciou a venda das ações que possui nessa infraestrutura. O objetivo da companhia boliviana é “aumentar sua influência no mercado de gás brasileiro”. “A possibilidade de ter maior presença no mercado brasileiro permitirá a YPFB realizar negociações para comercializar gás natural diretamente com empresas distribuidoras e indústrias privadas, sediadas no sudeste do Brasil, evitando a intermediação de outros atores”, explicou a estatal boliviana. A YPFB acrescentou que, assim, espera ganhar “em tempos de negociação, definição de volumes, preços e prazos contratuais”. O diretor da empresa Gas TransBoliviano, filial da YPFB, Luis Alberto Poma, disse no comunicado que a Petrobras “deverá pagar pelo transporte do gás que adquirir da Bolívia”, quando deixar de participar do gasoduto.

2-  Problemas enfrentados pelo governo para operacionalizar a liberação de recursos para emendas parlamentares diminuíram o ritmo de andamento da reforma da Previdência na Câmara, ameaçando a possibilidade de votação da proposta nesta terça-feira, informaram duas fontes parlamentares. Deputados e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmaram durante o dia que fariam o esforço para ao menos iniciar a votação da proposta nesta terça, mesmo que de madrugada. A disposição coincidia com a publicação, no Diário Oficial, do empenho de recursos para a liberação de emendas parlamentares. Mas o clima esfriou quando parlamentares se deram conta de que os recursos disponíveis referiam-se a emendas direcionadas à área da saúde. Restavam pendentes as emendas relacionadas à educação, à Agricultura, ao Ministério da Integração, e à pasta do Desenvolvimento Social. Soma-se a essa dificuldade de operacionalizar a liberação das emendas a já conturbada relação entre o Legislativo e o Executivo e a desconfiança entre os dois Poderes.

3- A Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgou dois indicadores referentes ao mercado de trabalho, coletados em junho. O Indicador Antecedente de Emprego (Iaemp) subiu 0,8 ponto e agora registra 86,6 pontos. O índice registrou este crescimento em junho após recuo nos quatro meses anteriores. O Indicador Coincidente de Desemprego (ICD) caiu 1,1 ponto, no mesmo período. Indo para 94,6 pontos, depois de registrar crescimento nos três meses anteriores. O ICD é um indicador com sinal semelhante ao da taxa de desemprego, ou seja, quanto menor o número, melhor o resultado. O Iaemp é uma combinação de resultados das sondagens da Indústria, de Serviços e do Consumidor e mostra os rumos do mercado de trabalho no país. O ICD é construído com base em quatro faixas de rendas salariais. Em junho, a classe de renda que mais contribuiu para o recuo do ICD foi a dos consumidores com renda familiar mensal entre R$ 2.100,00 e R$ 4.800,00.Continua depois da publicidade.

4- O número de postos de trabalho abertos nos EUA ficou em 7,3 milhões durante maio último, de acordo com dados do Departamento de Trabalho divulgado nesta terça-feira (9). O relatório JOLTS (Job Openings and Labor Turnover) mostrou que as contratações caíram para 5,7 milhões. Por sua vez, a taxa de abertura de empregos ficou em 4,6%. O destaque do período foi a aberutra de postos no setor de serviços. O número de 7,3 milhões ficou levemente abaixo do esperado pelos analistas, que previam abertura de 7,47 milhões de postos.

5- Os Estados Unidos estão buscando um acordo aprovado pelo Congresso com o Irã para substituir o acordo nuclear de 2015 que o presidente Donald Trump abandonou no ano passado, disse o representante especial americano para o Irã, Brian Hook, à rede de televisão por satélite Al-Jazeera. O governo Trump argumenta há muito tempo que uma das falhas do acordo pactuado com o antecessor de Trump, Barack Obama, é que ele não foi formalmente ratificado pelo Congresso dos EUA. Os Estados Unidos podem impor novas sanções ao Irã, disse Hook, segundo postagens no Twitter da Al Jazeera. Ele disse que os estados árabes do Golfo poderiam ser mais eficazes no confronto com o Irã se eles estivessem unidos.

6- A Bovespa bateu novo recorde ontem . Os mercados asiáticos terminaram misturados a partir dos preços de fechamento mais recentes. O Hang Seng subiu 0,31%, enquanto o Shanghai Composite levou o Nikkei 225 para baixo. Eles caíram 0,44% e 0,15%, respectivamente. Os mercados europeus estão hoje mais baixos, com as ações da Alemanha mais afastadas. O DAX está em baixa de 0,31%, enquanto o FTSE 100 de Londres está fora de 0,10% e o CAC 40 da França está mais baixo em 0,10%. Os futuros em Wall street apontam para abertura em queda .

Bons Negócios !!_____________________Yochanan Pinchas

Be the first to comment

Leave a Reply