BOLSONARO DESCE A LENHA NA CRISTINA E GUEDES AVISA QUE SAIREMOS DO MERCOSUL

No Piauí, onde visitava um projeto de irrigação, o presidente Jair Bolsonaro voltou-se novamente para as eleições presidenciais na Argentina e chamou os candidatos da Frente de Todos, Alberto Fernández e Cristina Kirchner, de “bandidos de esquerda”. A chapa peronista saiu-se vitoriosa nas primárias de domingo 11, com vantagem de 15 pontos sobre o presidente Maurício Macri, candidato à reeleição em 27 de outubro.

“Olha o que está acontecendo na Argentina agora. A Argentina está mergulhando no caos. A Argentina começa a trilhar o rumo da Venezuela porque, nas primárias, bandidos de esquerda começaram a voltar ao poder”, afirmou Bolsonaro na cidade de Parnaíba (PI).

Bolsonaro já havia dado declarações anteriores contra a campanha de Fernandéz-Kirchner e em favor de Macri.

Em julho, em entrevista ao jornal Clarín, Bolsonaro disse que apoia a reeleição de Macri porque não quer o retorno de Cristina Kirchner ao poder. Também alertou que para a possibilidade de atrito do Brasil com a Argentina se Fernández for eleito e mantiver sua atual postura. O presidente brasileiro chegou a levar sua preocupação ao ex-presidente americano George W. Bush, durante sua passagem por Dallas, no Texas, em maio passado. “Como patriotas, democratas e amantes da liberdade, nós gostaríamos que a Argentina não retrocedesse nessa questão ideológica”, teria dito a Bush.

Já em brasilia o presidente Jair Bolsonaro afirmou que será “ruim para todos nós aqui” uma eventual vitória da chapa de oposição Alberto Fernández-Cristina Kirchner na eleição presidencial da Argentina, em mais um comentário após a derrota nas primárias do candidato que apoia, o presidente Mauricio Macri.

“Está na cara que se essa turma da Cristina Kirchner voltar, é ruim para todos nós aqui”, disse Bolsonaro, em transmissão ao vivo feito em seu perfil no Facebook.

Ele repetiu que não quer que ocorra com a Argentina o que passa a Venezuela e destacou que será um “caos” se a oposição vencer, após falar do tombo da bolsa de valores e da disparada do dólar no país vizinho.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quinta-feira (15) que se o futuro novo governo da Argentina fechar sua economia, o Brasil deixará o Mercosul, união aduaneira que também abarca Paraguai e Uruguai.

“Se a Cristina Kirchner entrar e fechar a economia, a gente sai do Mercosul”, disse ele em evento promovido pelo Santander em São Paulo.

Fontes:https://veja.abril.com.br/mundo/bolsonaro-chama-fernandez-e-cristina-kirchner-de-bandidos-de-esquerda/
https://noticias.r7.com/brasil/se-turma-da-cristina-kirchner-voltar-sera-ruim-para-todos-diz-bolsonaro-15082019
https://noticias.r7.com/brasil/guedes-se-kirchner-entrar-e-fechar-economia-saimos-do-mercosul-15082019

Be the first to comment

Leave a Reply