LÍBANO BOMBARDEIA ISRAEL! IREMOS A GUERRA HÁ 15 DIAS DAS ELEIÇÕES?

Vários mísseis anti-tanque foram disparados pelo Hezbollah em direção a uma base das IDF e em veículos militares ao longo da fronteira norte no domingo, e os militares de Israel responderam disparando mais de 100 projéteis de artilharia no sul do Líbano, bem como lançando um ataque aéreo contra a célula responsável pelo ataque.

Não houve feridos ou vítimas relatados no ataque.

“Vários mísseis antiaéreos foram disparados do Líbano em uma base da IDF e em veículos militares na área”, disse a IDF. “Existem vários acertos confirmados.”

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, disse que a IDF respondeu “com 100 projéteis, tiros aéreos e várias medidas”.

“Dei instruções para estarmos preparados para qualquer cenário e decidiremos o que está por vir, dependendo de como as coisas se desenvolvem”, afirmou.

Na semana passada, as tensões atingiram um pico de febre entre Israel e Hezbollah, quando dois drones aterrissaram nos escritórios do Hezbollah, no sul de Beirute.

De acordo com o porta-voz da IDF Brig.-Gen. Ronen Manelis, o Hezbollah disparou pelo menos três mísseis anti-tanque Kornet em uma posição militar e ambulância militar por volta das 16h.

Manelis afirmou que, embora o Hezbollah pudesse retaliar, os militares estavam preparados para o cenário de um ataque com mísseis anti-tanque e tomaram as precauções necessárias para garantir que não houvesse baixas.

O Hezbollah assumiu a responsabilidade pelo ataque perto de Avivim e foi citado pelo canal de televisão Al Manar dizendo que “às 16:15, a brigada de Hasan Zbeeb e Yasser Daher destruiu um veículo militar israelense perto da fronteira, matando e ferindo os que estavam dentro”.

O IDF refutou essas alegações.

A mídia libanesa informou que, em retaliação, as IDF bombardearam locais perto da cidade fronteiriça libanesa de Maroun al-Ras, mas às 18h30. um silêncio tenso voltou à fronteira.

Os militares alertaram, no entanto, que não havia certeza se o ataque ao Avivim foi a extensão total da retaliação do Hezbollah por um ataque aéreo israelense em 24 de agosto contra uma célula liderada pelo Irã na Síria que matou dois membros do Hezbollah planejando um ataque de drone contra Israel.

O canal de notícias do LBCI do Líbano disse que o Hezbollah alertou que “a retaliação por drones será em espécie e ocorrerá em seu próprio tempo e de acordo com suas próprias circunstâncias”.

Após o ataque, os militares ordenaram que os moradores que morassem a menos de quatro quilômetros da fronteira permanecessem em suas casas e abrissem seus abrigos contra bombas. É proibida qualquer atividade ao longo da área da cerca da fronteira, incluindo trabalhos agrícolas, e as FDI instaram os residentes da área a não viajar em estradas abertas perto da fronteira.

Embora as forças armadas tenham removido mais tarde todas as restrições, a IDF disse que “continuará mantendo um nível de alta ameaça – defensivo e ofensivo – para uma ampla variedade de cenários”.

Foi relatado que as forças de paz das Nações Unidas mantinham contato com oficiais de ambos os lados, em um esforço para conter a violência ao longo da fronteira.

Os relatos e imagens iniciais da cena em Avivim no domingo eram horríveis: fumaça subia nas colinas da Galiléia depois que vários mísseis anti-tanque Kornet foram disparados pelo Hezbollah em direção a uma posição das Forças Armadas e uma ambulância militar.

Relatórios fora do Líbano alegavam que o Hezbollah havia conseguido atingir um veículo militar “matando e ferindo” os que estavam dentro. A IDF disse que “um número de acertos foi confirmado” depois que vários mísseis anti-tanque foram disparados do Líbano em direção a uma base militar israelense e veículos da IDF.

Houve relatos de vítimas e feridos que foram evacuados para hospitais em Safed e Haifa por helicóptero.

Mesmo enquanto o quadro não era claro, as IDF reagiram com força, enviando mais de 100 projéteis de artilharia em direção a alvos no sul do Líbano, incluindo um ataque aéreo na célula do Hezbollah que realizou o ataque.

Baruch Hashem (Graças a D’us) a IDF declarou: “Não há feridos ou mortes em nossas tropas”.

O Hezbollah revidou contra Israel, mas eles não atingiram sua marca.

As FDI estavam se preparando para um ataque do grupo terrorista xiita libanês há mais de uma semana. Eles fecharam estradas ao longo da fronteira para veículos militares e, mesmo segundo o Hezbollah, colocaram bonecas em alguns veículos militares.

Mas foi isso? O Hezbollah acabou de estragar sua tão esperada greve?

Relatórios do Líbano dizem que o ataque antitanque foi em resposta a um ataque aéreo israelense na semana passada na Síria, que matou dois membros do grupo. Mas naquela mesma noite, um ataque de drones no bairro de Dahiyeh, em Beirute, foi atribuído a Israel.

O canal de notícias LBCI do Líbano informou que o Hezbollah alertou: “A retaliação por drones será em espécie e ocorrerá em seu próprio tempo e de acordo com suas próprias circunstâncias”.

Embora as forças armadas tenham removido mais tarde todas as restrições aos residentes no norte, a IDF disse que “continuará mantendo um alto nível de ameaça – tanto defensivo quanto ofensivo – para uma ampla variedade de cenários”.

A IDF sabe que o secretário-geral do Hezbollah, Hassan Nasrallah, não pode deixar o suposto ataque israelense de drones em Beirute sem resposta. Ele responderá, quando quiser, como ele quer e contra o que ele quer.

Mas a IDF não quer que nenhum soldado seja atingido – sabe que, se alguém fosse ferido ou morto, uma guerra irromperia entre os dois inimigos.

Ninguém quer uma guerra duas semanas antes das eleições – especialmente contra o Hezbollah.

A IDF era ambígua em relação às vítimas no domingo à tarde, agia como se o grupo atingisse seu objetivo. Por mais de duas horas, o grupo pensou que achou ouro: eles mataram soldados israelenses.

Foi uma jogada brilhante dos militares. O próximo passo é do Hezbollah. Se tiver mais um ataque e D’us nos livre , este ataque matar ou ferir algum israelense teremos Guerra e as eleições ficaram em segundo plano… Fontes:https://www.jpost.com/Arab-Israeli-Conflict/Hezbollahs-attack-on-Israel-Was-that-it-600367
https://www.dw.com/en/israel-fires-100-shells-at-hezbollah-over-missile-attack/a-50249880

Bons Negócios !!

Be the first to comment

Leave a Reply