AFINAL, TRUMP ESTA ERRADO TARIFANDO O BRASIL E O MUNDO?

Embaixada da Resistência :

 Donald Trump remove a isenção de tarifas sobre aço e alumínio da Argentina e Brasil.

Mais um dia mais uma narrativa para combater na frente de batalha. A máquina não dá descanso…

Antes de mais e para agradar as hostes mais isentas e impolutas, não concordo com a postura de Donald Trump, do ponto de vista geopolítico, visando o Brasil. Pronto!

Mas que sei eu? Pouco…

Sei apenas isto:

Donald Trump foi eleito para defender os interesses dos EUA e apoiado por representar um modelo de política para os restantes países. Foi alguém que quebrou o gelo da hegemonia da esquerda e abriu portas à existência de uma direita no mundo inteiro. Imbecil e interesseiro será aquele que o apoiou por esperar FAVORES. Ser patriota (ou ser decente) não é exigir favores de outros países, é querer ser independente.

O que é que o Bolsonaro deu de favor aos EUA? Nada.

Certos “favores” podem e até devem existir por questões de estratégia mas não é DEVER do Trump se prejudicar para beneficiar o Brasil, nem dever do Bolsonaro se prejudicar para beneficiar os EUA. Pelo contrário.

Donald Trump havia imposto uma tarifa de 25% sobre a importação de aço e 10% em alumínio. Abriu uma exceção para cinco mercados:

Austrália, Argentina, Coreia do Sul, UE e Brasil.

E mais dois por força do acordo NAFTA:

México e Canadá.

Qual foi o festejo e o destaque dado a isto na altura?

Nenhum, ninguém sequer ficou sabendo, porque não interessava à esquerda DESTACAR o “favor” do Trump.

Agora que o privilégio foi removido e o Brasil está na mesma situação de todos os restantes países da América Latina (exceção forçada do México) começa a gritaria e o espalhafato com acusações de “traição”.

Brasil, Japão, Índia, Colômbia, Africa do Sul, Arábia Saudita, e demais países estão agora em pé de igualdade.

É boa notícia? Óbvio que não.

Bom sinal? Óbvio que não.

Brasil está sendo “prejudicado”?

Tanto quanto o Japão e companhia…

Agora: porque é que Donald Trump tomou esta ação?

Ele acusa Argentina e Brasil de “desvalorizarem as suas moedas”, ainda que a acusação de intencionalidade não seja tão linear quanto alguns gostam de pintar. Carece de melhor esclarecimento, mas aparenta ser uma acusação sem base.

Donald Trump ao contrário da maioria dos brasileiros, ODEIA o fato da moeda americana não estar DESVALORIZANDO, para facilitar as exportações ou limitar as importações.

Ele exorta a ação e queixa-se mais uma vez da postura da Reserva Federal.

Será que a posição de Trump estará relacionada com algum excesso do Brasil cometido na relação comercial com a China?

Bem possível, em especial as recentes remessas de soja e outros produtos agrícolas para a China, por parte de Argentina e Brasil, que porventura atrapalham a negociação do acordo entre EUA e China e a tentativa de Trump de “colocar a China contra a parede” no braço de ferro.

Não é claro para mim, mas pelo tom parece haver um certo ressentimento.

Outro assunto:

Muitos (quase todos) acusam a política de Donald Trump de ser “protecionista”, essa sempre foi a narrativa.

Mas quando ele fala: “por mim existiriam ZERO tarifas desde que fossem iguais para todos”, todo o mundo faz questão de IGNORAR sumariamente as palavras dele.

Ele parece abrir sim uma exceção (e expressa isso publicamente) quando o assunto é “aço e alumínio” e todos os recursos que ele considera vitais para a defesa militar americana e que não podem estar totalmente sujeitos à importação. Nas questões de segurança nacional ele é “protecionista” o resto é distorção.

Mas enfim, quem tem razão não sei, mas espero que Trump e Bolsonaro conversem e convirjam mais para o bem de ambos.

Espero que o governo Trump tenha mais cuidado e leve em consideração a situação política da América Latina e espero que o governo Bolsonaro tenha cuidado com algum excesso no envolvimento com a China e não se fie muito em “negócios da China”.

E espero ainda que o mugir da boiada petista com o seu meme exclusivo de “GADO SUPREMO” possa passar ao lado das pessoas inteligentes, tal como tudo aquilo que eles mugem.

O mesmo gado que andou pastando anos a fio para o Maduro comer “carne de primeira” em restaurantes de luxo, ou para que o Fidel Castro tivesse o seu “porto seguro”.

Bons Negócios !!

Be the first to comment

Leave a Reply