OURO, PETRÓLEO E DÓLAR 13/02 (VÍRUS CHINÊS: 242 MORTES NA ÚLTIMA NOITE)(DÓLAR SOBE FORTE HOJE)

A província chinesa no epicentro do surto de coronavírus registrou um aumento recorde de mortes e milhares de casos na quinta-feira sob um novo método de diagnóstico, sugerindo uma crise muito maior que a China e o mundo enfrentam. O iene japonês, o ouro e os títulos subiram depois que os novos números da província de Hubei frustraram as esperanças de que a epidemia estivesse se estabilizando e a economia chinesa pudesse se recuperar rapidamente.
As autoridades de saúde de Hubei disseram que 242 pessoas morreram devido ao vírus da gripe na quarta-feira, o aumento mais rápido na contagem diária desde que o patógeno foi identificado em dezembro. O aumento do número de mortes do vírus recém-descoberto para mais de 1.350, todos, exceto dois na China e a maioria – cerca de 1.310 – em Hubei. duas semanas, reforçando a previsão do consultor médico do país de que a epidemia poderia terminar em abril.
Novos 14.840 casos foram relatados em Hubei na quinta-feira, de 2.015 novos casos em todo o país no dia anterior

Os preços do ouro subiram na sessão da Ásia-Pacífico na quinta-feira, com relatos de um aumento nos novos casos de coronavírus chinês frustrando as esperadas tentativas desta semana de que a contenção fosse bem-sucedida.
O aumento pesou nas bolsas de valores regionais, mas impulsionou ativos anticíclicos, como ouro e iene japonês, mesmo que o próprio paraíso do dólar tenha oferecido talvez ganhos limitados para o ouro nele denominado.

157478Os preços do petróleo foram variados na quinta-feira, com as preocupações com a queda da demanda causada pelas restrições de viagens associadas ao surto de coronavírus na China, o maior importador de petróleo do mundo, superando as expectativas de cortes de oferta dos principais produtores.
A demanda por petróleo na China, o segundo maior consumidor de petróleo do mundo, caiu devido a restrições de viagens de e para o país e quarentenas dentro dele. Outra refinaria chinesa de petróleo, a China National Chemical Corp, disse na quinta-feira que fecharia uma fábrica de 100.000 barris por dia e reduziria o processamento em outras duas em meio à queda na demanda de combustível.

O euro ficou parado perto de uma baixa de dois anos e meio após o início das negociações na quinta-feira, depois que um novo aumento nos casos de coronavírus na China aumentou as preocupações com o impacto do surto em uma economia já fraca da zona do euro.
O sentimento em relação ao euro foi gravemente atingido pela queda mais acentuada da produção industrial em uma década em dezembro, que apontou para a probabilidade de recessão na Alemanha e na Itália, a maior e a terceira maior economia do bloco monetário.

No Brasil, o dólar voltou a subir e fechou em nova máxima histórica nesta quarta-feira, com o real mantendo-se entre as divisas de pior desempenho no dia, sob pressão do exterior e de dados locais indicando recuperação econômica mais hesitante.
A narrativa sobre o risco de uma economia mais frágil –a julgar por dados recentes– e a chance de esse cenário trazer novas quedas de juros têm colocado forte pressão sobre o real neste ano, enquanto analistas destacam que a variável que poderá dar algum alento ao câmbio é justamente uma retomada firme da atividade.
O Credit Suisse vê a taxa de câmbio se estabilizando entre 4,25 reais por dólar e 4,45 reais por dólar (patamar ainda não alcançado), com risco de consolidação dado o “rápido ritmo” do movimento recente de alta. Dessa forma, estrategistas do banco vão aproveitar quedas do dólar para “comprarem na baixa”.

XAU/USD______1574,78_______EUR/USD_________1,08850

XAG/USD_______17,659_______GBP/USD___ ______1,29708

USOIL__________50,945_______USD/BRL__________4,37900

UKOIL__________55,243_______USD/ILS __________3,43372

COBRE_________2.58974_______USD/CHF_________0,97626

Bons Negócios !! _____________Yochanan Pinchas

Be the first to comment

Leave a Reply