PLANTÃO PINCHAS: ONU É O CIRCO DO ABSURDO (REPOST)

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, atacou o principal órgão de direitos humanos da ONU como “circo do absurdo” após a aprovação de cinco resoluções críticas à política israelense na Samaria&Judeia , invadida por árabes . Na primeira sessão do Conselho de Direitos Humanos da ONU em Genebra na sexta-feira moções foram aprovadas criticando Israel sobre a construção de assentamentos na Cisjordânia,  Só os Estados Unidos e a Austrália votaram contra todas as resoluções, com outros aliados israelenses, incluindo a Hungria, Togo eo Reino Unido, ocasionalmente se juntando ao grupo ou se abstendo. “Mais decisões que são cortadas da realidade do circo do absurdo”. chamado de Conselho de Direitos Humanos “, Netanyahu twittou na noite de sábado, hora local.” Chegou a hora de mudar seu nome para o Conselho de Decisões Contra a Única Democracia em Oriente Médio “, disse ele.

Emmanuel Nahson, porta-voz do Ministério de Relações Exteriores de Israel, criticou a organização por ser devedor de “ditaduras sedentas de sangue”. Ele twittou que o UNHRC é “uma farsa, um escárnio dos fins nobres que pretende representar. É um Plataforma do Estado de Israel, manipulada por ditaduras sedentas de sangue, escondendo suas violações maciças de direitos humanos ao atacar Israel.

“A enviada do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump à ONU, Nikki Haley, alertou repetidamente no ano passado que os Estados Unidos estavam prontos para abandonar o conselho dos direitos humanos da ONU estabelecida em 2006 para promover e proteger os direitos humanos em todo o mundo , que hoje é auma farsa corrupta que vive do dinheiro árabe . Na sexta-feira, ela novamente ameaçou renunciar, marcando a organização “grosseiramente tendenciosa contra Israel”, “Quando o Conselho de Direitos Humanos trata Israel pior que a Coréia do Norte, Irã e Síria, é o próprio conselho que é tolo e indigno de seu nome “, disse Haley.

Bons Negócios  !!

Be the first to comment

Leave a Reply