NOVAS TÉCNICAS DE RESSONÂNCIA MOSTRAM MOVIMENTO DO CÉREBRO

Com cada batida do coração, o líquido escorre pelo cérebro e balança como uma tigela cheia de geléia.

Uma nova reviravolta na ressonância magnética ilumina essas ondulações cerebrais pulsantes, movimentos tão sutis que escaparam da detecção pela tecnologia de imagem atual. Movimentos anormais do cérebro podem sinalizar problemas, como aneurismas ou danos causados ​​por uma concussão.

No novo trabalho, os cientistas aperfeiçoaram um método existente chamado MRI amplificado, uma técnica que une várias imagens tiradas em momentos precisos do batimento cardíaco. Usando um algoritmo que exagera movimentos minúsculos, pesquisadores da Universidade de Stanford, do Stevens Institute of Technology em Hoboken, N.J., e da Universidade de Auckland, na Nova Zelândia, criaram um filme de contorções rítmicas do cérebro enquanto o sangue e o líquido cefalorraquidiano penetram e escorrem.

Os pesquisadores usaram a técnica para observar como um cérebro normal se move. Mas o método também revelou movimentos alterados de um cérebro pertencente a uma pessoa com malformação de Chiari tipo I, um distúrbio marcado por uma forma anormal do crânio, relata a equipe em 30 de maio em Ressonância Magnética em Medicina.

Uma maneira de ver como o cérebro se movimenta pode, em última análise, ajudar os cientistas a detectar distúrbios que distorcem o movimento normal do cérebro, como a hidrocefalia, o acúmulo excessivo de líquido cefalorraquidiano no cérebro. E mostrando quais partes do cérebro se mexem mais, o método pode até apontar maneiras de fazer capacetes que melhor protegem contra contusões.fonte:https://www.sciencenews.org/article/watch-brain-jiggle-each-heartbeat?utm_source=editorspicks070118&utm_medium=email&utm_campaign=Editors_Picks=

Bons Negócios  !!

Be the first to comment

Leave a Reply