AS MELHORES DO DIA 30/07 WEINTRAUB É CONFIRMADO PELO BANCO MUNDIAL! COM “LIVE” DO PRESIDENTE

1- O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, disse hoje (30) que uma revolução ferroviária está em curso no Brasil. O ministro participou no início da noite de uma transmissão ao vivo nas redes sociais com o presidente Jair Bolsonaro e falou sobre o trabalho da pasta para aumentar o número de ferrovias em todo o país.
Segundo o ministro, uma decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) vai permitir, pela primeira vez, a implantação do modelo de investimento cruzado, no qual trechos de ferrovias serão construídos pela iniciativa privada, sem custos para o governo.
O modelo vai permitir R$ 17 bilhões de investimentos privados em ferrovias, vai beneficiar 55 municípios com obras e gerar 65 mil empregos. Entre as obras previstas estão as ferrovias do trecho entre Cariacica-Anchieta, no Espírito Santo, a ferrovia de integração do Centro-Oeste, que vai ligar o Vale do Araguaia, no Mato Grosso, à Ferrovia Norte-Sul, permitindo o escoamento de 10 a 15 toneladas de grãos.
“Tem uma revolução ferroviária em curso, presidente. Nós vamos dobrar a participação do modo ferroviário na matriz de transportes”, disse o ministro.
A previsão da pasta é construir mais 4 mil quilômetros de ferrovias pelo país, chegando a 32 mil quilômetros finalizados. Entre as obras citadas pelo ministro está o trecho da Ferrovia Norte-Sul, que vai ligar o Porto de Itaqui (MA) ao Porto de Santos e terá R$ 2,8 bilhões de investimento.

2- Os índices chegaram a cair mais de 1,5% em Nova Iorque e até 4% na Europa após os dados do PIB do segundo trimestre na Alemanha, com retração de 10,10%, e nos Estados Unidos, com 32,90%, a maior da história. Mas, no fim do dia, a queda diminuiu e as perdas ficaram abaixo de 1%, com o Nasdaq registrando nova alta. Os números do PIB refletiram o pior do impacto da pandemia de coronavírus em duas das principais economias do mundo no trimestre passado. 

3- O destaque entre os balanços será a Gol antes mesmo da abertura. No exterior, o destaque será o PIB da Zona do Euro que, como já mostrou hoje a Alemanha, deverá vir bastante ruim. Saem também os preços ao consumidor do euro de julho. Nos Estados Unidos, saem os dados de gastos e renda pessoais de junho. A renda pessoal deve reverter a queda de 4,2% em maio e subir cerca de 3%. Já os gastos devem desacelerar, de alta de 8,2% em maio para 4,8% em junho, reforçando os impactos da retomada da epidemia de coronavírus sobre os consumidores. 

4- Dizer que a crise é estrondosa é chover no molhado. Tudo mundo já sabe. Mas, às vezes, de tão grande e sem perspectivas claras de fim, a gente meio que esquece. A gente sabe, sim, sabe. Mas “normaliza”. Nestes últimos meses, cada cidadão do mundo tem vivido seu quinhão, maior ou menor, de dor. E, inescapavelmente, mais pesares virão. Ainda assim, você aí talvez se lembre de dar risada no meio do caos, por exemplo. Se for o seu caso, que bom, a sua saúde mental agradece. Só que não está tudo bem. E, para cair a ficha, algumas vezes precisamos ver a catástrofe materializada no retrovisor. Foi assim com investidores de bolsa ontem. Do Oriente ao Ocidente, (1) a escalada da pandemia que não termina, (2)balanços de empresa acusando o golpe da crise e (3) a maior contração da histórica americana – que não surpreendeu ninguém, mas assustou – mantiveram os índices no negativo. No Brasil, ações da Vale mergulharam após a mineradora divulgar dados financeiros e mesmo depois de ela confirmar aretomada da distribuição de lucros a investidores; Ações do Bradesco tombaram também depois de os resultados serem publicados, puxando os 20% de carteira teórica dos bancões para baixo; Após padecer de mudanças de hábito de parte de seus consumidores, que agora bebem em casa, e menos, papéis da Ambev caíram com um dos maiores volumes de negociação do dia; E os papéis da Petrobras, mesmo antes de seu balanço ser divulgado, há pouco, acompanhavam o mergulho do petróleo nos mercados internacionais.

5- Banco Mundial confirma Weintraub como diretor
A instituição divulgou comunicado na noite desta quinta-feira afirmando que o ex-ministro da Educação foi eleito na votação para assumir o cargo de diretor executivo no conselho do banco.

Bons Negócios !! _____________Yochanan Pinchas

Be the first to comment

Leave a Reply